segunda-feira, 6 de abril de 2009

Vai dar molho...

Já contei que a partir de agora vamos passar a ter mais um ser a viver cá em casa?

Sim? Não? Bem, também não me recordo.


Pois é, com esta coisa da 'crise', a falta de trabalho e falta de óirozitos nos bolsos a M. resolveu alugar o quarto dela e transformar o escritório em quarto.


De maneira que este fim-de-semana viveu-se uma revolução de bomba atómica cá em casa. Tudo porque ela resolveu pintar as paredes do ex-escritório e consequentemente teve que o esvaziar todo. Entretanto a nova companhia resolveu antecipar a mudança (deveria ser no dia 8, mas apareceu cá este sábado com 20 minutos de pré-aviso). Isto vai ser giro, oh se vai!


O melhor de tudo é que o novo intruso não é nada mais que...um gajo!!

Oh senhores, se isto não correr bem, pelo menos sei que a culpa não foi minha. Estavamos tão bem só as duas, mas pronto.


Só o facto de ter mais uma pessoa cá em casa já causa algum transtorno. Agora, um gajo...Lembram-se de eu ter dito: 'Viver com um macho, só se ele pagar muito bem entre lençóis'?

Pois é...Claro que não estou interessada no rapazinho! Nada disso! Mas já estou a ficar com comichões de alergia...


Não vou falar do tampo da sanita para cima porque ainda não me calhou ir ao WC a seguir a ele. Vou falar, isso sim, do estado lastimoso que ele deixou o fogão ontem à noite com a frigideira suja em cima. Não sei se ele pensa que eles se lavam sozinhos. E daquele fenómeno de encher o saco do lixo até transbordar e ficar tudo nojento para as empregadas (nós, as gajas da casa) limparmos, mudarmos o saco e levar para a rua. Para além de termos um novo adorno em cima do intercomunicador no hall de entrada, que é...parece-me...um copo de água com 2 dedos desse líquido tão precioso. Uma verdadeira obra de arte.


Sem contar que no sábado, ou melhor, no domingo às 4 e meia da matina chegou a casa com um amigo (não, ainda não conseguimos descobrir se é gay) e ficaram na paleta até quase às seis a passear de um lado para o outro cá por casa. E eu a tentar dormir, mas com medo de meter o nariz fora do quarto...2 gajos que eu mal conheço a verem-me de trajes menores com uma cama desmanchada como cenário, não me pareceu seguro.


Vou respirar fundo e ter calma, muita calma. Se calhar o menino ainda não percebeu que não temos empregada cá em casa e que o sossego impera. O lema aqui é: Sujou? Limpou! Ou ainda, deixe tudo tal como encontrou. Difícil?


Não sei...Ainda só passararam 2 dias e meio e o macho já anda a deixar rasto a mais.

1 comentário:

disse...

Ui - isso promete...muita alergia. Se é assim nos primeiros dias e mal vos conhece, imagina quando ganhar à vontade. Cuidado, muitooo cuidado...