segunda-feira, 6 de abril de 2009

E eu sem poder dizer nada!

Realmente há coisas que..enfim...


Tenho uma amiga que vive junto com um rapaz. Ou melhor, apaixonou-se doidamente por um homem do nuorte, carago! e tratou de mudar-se de malas e bagagens para a terra do moçoilo. Vulgo, para morar a um quarteirão da sogrinha e das irmãs dele super perfeitas com filhotes sobredotados.


Entretanto ficaram noivos (há...3 anos).


Ele comprou um apartamento, ela fez o projecto de alterações (a casa ficou um mimo!). Ele paga as prestações da casa que está em nome DELE e SÓ dele. E ela paga o empréstimo das obras (burra, burra, burra).


Muito apaixonados, decidiram ter um filho. Uma jóia de neném! Linda, linda, linda!
Como a minha amiga faz questão de não ter internet em casa (senão o chato do patrão - que ainda por cima é familiar do noivo dela) estaria sempre a mandar-lhe trabalho a toda hora fora do expediente. De maneira que aquando da licença de maternidade acabou por revelar a password ao seu mais-que-tudo do seu e-mail. Assim, lá ia o rapaz todos os dias ver os mails para ir buscar coisas de trabalho que enviavam para ela (mesmo estando de licença...).


Agora já voltou ao serviço e...ainda não mudou a password!! Sim, porque eu achei por bem perguntar-lhe se já o havia feito. Caso contrário não poderei escrever-lhe e-mails indiscretos, nem falar mal da sogra dela, ou do seu noivo querido-que-de-parvo-não-tem-nada! E vice-versa!

Ora bem, o Amor é uma coisa linda. Não tenho dúvidas! Queremos partilhar tudo e mostrar que entre nós não há segredos. Wroooong!!!


Já a minha mãe me dizia (desde sempre) que devemos dar sempre espaço para algum mistério! E não falo só de coisas físicas (como máscaras faciais, a depilação, fazer pipi de porta aberta...dispensável mesmo!). Também existe um lado privado nosso, como seres pensantes, que não deve ser desmistificado. Mesmo que não haja nada de especial a 'esconder', mas fica sempre aquela aura...Assuntos nossos. Que discutimos com as amigas, com as colegas ou até com desconhecidos (às vezes até é mais fácil), mas não com ele!

Isto deixa-me enervada porque...bem, já devem ter reparado que sou muito desconfiada em relação aos homens. Não tenho muita paciência para os clichés deles. E homem ciumento é do pior! Obviamente que tendo em posse dele a password do email dela que ele vai lá cheirar de vez em quando!!


Tratando-se de uma grande amiga minha que eu adoro como uma irmã, fico possuída quando a vejo ser usada por aquele marmanjo. Eu gosto dele, não pensem o contrário! É cómico e bem-disposto. Mas é machista. Naquele jeito sonso que só eles sabem.


Eu topo tudo porque estou de fora, estou a assistir o filme na plateia. Não tenho dúvidas que ele goste mesmo dela! É impossível alguém não AMAR a minha amigona!


Só que ela faz aquilo que nunca se deve fazer por ninguém. Que é...deixarem pôr a pata em cima. É duro de dizer mas é a verdade.


Ela tinha acabado de ter a criança, ficava sozinha em casa o dia inteiro de roda da miúda que estava sempre a chorar e/ou a comer, mudar fraldas, lavar biberons e utensílios eeeeeeee....preparar o jantar para o menino (para além de lavar e estender a roupa). O sr. doutor chegava a casa e saltava logo a pergunta: 'Então, nesta casa não se come?'!! Aiiiiiiiiii!!!!


E ela ainda tinha que se arrastar pela rua com os pontos a saltarem para ir ao supermercado, para que não faltasse nada ao menino.

Eu assisti a isto tudo de perto. Fiquei com uma raivaaaa! Não podia dizer nem fazer nada. Entre marido e mulher não se mete a colher, certo?


Ela é boazinha e as pessoas usam-na. E abusam! É uma super mulher e as pessoas não lhe dão o devido valor. Nem o noivo!

Bem...eu agora tinha pano para mangas para falar mal dele. Mas pronto, vou-me conter. Quero é que sejam muito felizes. Vê-la a ser escravizada por ele é que me deixa possessa. No entanto, ela também tem culpa. Não faz mal a ninguém levantar a sobranceira de vez em quando. Convém impôr respeitinho só com um olhar. As pessoas não deixam de gostar de nós por causa disso. Pelo contrário...


O meu conselho é: CASA-TE já com o marmanjo e assegura minimamente o teu futuro!

Já viram o que seria ele chegar à conclusão que afinal já não quer estar com ela? Ela vai morar com a mãe e fica a pagar o empréstimo das obras da casa dele!!


Silly girl...Mulher apaixonada dá nisto?
Só espero que nunca me aconteça mesmo...





3 comentários:

Maria Tudor disse...

Ai mulher eu podia vir aqui dar palpites porque já vi esse filme demasiadas vezes na minha vida, mas não.

Só te digo que essa tua amiga vai precisar muito de ti daqui a uns tempos.

bj

disse...

Pois...por enquanto, como amiga que és, não vale a pena dizeres nada, pelo menos, nada de muito directo, porque corres o risco de ela ficar magoada e de não compreender a tua intenção...Já passei por isso (com amigas)e custa, porque quem está de fora tem uma visão muito mais crua e realista das coisas.

Saltos Altos Vermelhos disse...

ai como te compreendo sou exactamente da tua opinião!!!! ESperemos que ela não se arrependa um dia!
Uma boa Páscoa, se for o caso, claro ;)